19 de dez de 2008

Guerra contra a Dengue



Não, você não entrou no blog errado. É que hoje iremos falar de um assunto muito sério. Nesta época do ano quando as chuvas aumentam, temos que ter muito cuidado com a Dengue. Por isso, sempre é bom ficar prevenido pra não correr o risco de ficar doente. Fique esperto, pois se cada um fizer a sua parte, não teremos problemas com esse mosquitinho chato hehehe

A dengue é uma doença transmitida pelo mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus. A doença é acometida de febre aguda que se caracteriza por um início repentino, permanecendo por 5 a 7 dias. O doente apresenta dor de cabeça intensa, dores nas articulações e musculares, seguidas de erupções cutâneas 3 a 4 dias depois. Surge sob a forma de grandes epidemias, com grande número de casos.

Existem quatro tipos diferentes de sorotipos do vírus do dengue, denominados dengue 1, 2, 3 e 4. Algumas manifestações do dengue são hemorrágicas, isto é, o paciente apresenta hemorragia severa e choque. Nestes casos, após um período de febre, o estado do paciente piora repentinamente, com sinais de insuficiência circulatória, apresentando pele manchada e fria, lábios azulados e, em casos graves, diminuição da pressão do pulso. Instala-se então uma síndrome de choque do dengue podendo levar o paciente ao óbito. Os casos de dengue hemorrágico ocorrem mais freqüentemente quando o paciente é acometido pela segunda vez da doença, mas com exposição a diferentes sorotipos da doença.

MEDIDAS PREVENTIVAS PARA O CONTROLE DE MOSQUITOS

  1. Evitar água parada.

  2. Sempre que possível, esvaziar e escovar as paredes internas de recipientes que acumulam água.

  3. Manter totalmente fechadas cisternas, caixas d'água e reservatórios provisórios tais como tambores e barris.

  4. Furar pneus e guardá-los em locais protegidos das chuvas.

  5. Guardar latas e garrafas emborcadas para não reter água.

  6. Limpar periodicamente, calhas de telhados, marquises e rebaixos de banheiros e cozinhas, não permitindo o acúmulo de água.

  7. Jogar quinzenalmente desinfetante nos ralos externos das edificações e nos internos pouco utilizados.

  8. Drenar terrenos onde ocorra formação de poças.

  9. Não acumular latas, pneus e garrafas.

  10. Encher com areia ou pó de pedra poços desativados ou depressões de terreno.

  11. Manter fossas sépticas em perfeito estado de conservação e funcionamento.

  12. Colocar peixes barrigudinhos em charcos, lagoa ou água que não possa ser drenada.

  13. Não despejar lixo em valas, valetas, margens de córregos e riachos, mantendo-os desobstruídos.

  14. Manter permanentemente secos, subsolos e garagens.

  15. Não cultivar plantas aquáticas.

Fonte: Apromac
Pin It now!

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

- Todos os comentários passam pelo sistema de moderação antes de serem exibidos.
- Comente com o OpenID ou com o nome/url do Blog, assim, poderei retribuir a visita.
- Se você escreveu ou encontrou um artigo interessante e que seja relacionado ao post, o link para esse artigo no comentário é bem vindo.
- Pedidos de parcerias, somente por e-mail.
- Dúvidas que não forem relacionadas ao post, somente por e-mail.
- Comentários que não tenham nada a ver com o post e com links definidos como SPAM serão rejeitados IMEDIATAMENTE.
- Se você deseja divulgar seu site ou blog, entre em contato por e-mail solicitando um orçamento.


Agradecemos a visita e o seu comentário no Canal Adobe Photoshop

  ©Canal Adobe Photoshop - 2008 - 2016 - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo