6 de mar de 2011

Lightroom - Usando presets a seu favor - Parte 01





Opa, e aí, vai trabalhar amanhã ou já entrou de cabeça no Carnaval?

Então vou facilitar hoje e falar de predefinições [presets], que é tudo o que você terá forças pra mexer após a sua maratona carnavalesca (seja ela assistir aos desfiles e apurações, desfilar, ir a todos os blocos, ver 4 dias de mtv gringa, ir a um retiro punk, dormir direto ou viajar pra praia, alpes ou fazenda).

Daí a gente começa com aquele beabá: 

1] o que é um preset?



Segundo o dicionário Michaelis, predefinir é "determinar com antecipação" - no caso do Lightroom, salvar uma ou mais configurações para usar em outro(s) momentos(s), tipo o "actions" do Photoshop, só que melhor e mais rápido, já que não refaz todos os seus passos até determinado resultado, mas sim reproduz de uma vez o efeito a partir dos dados numéricos finais. Isso no caso de predefinições de revelação [develop presets], porque o Lr também armazena predefinições de importação e exportação.

Nós falaremos de todas elas, mas não tudo no mesmo dia, porque ninguém, além do Homem de Ferro, é de ferro. Eis mais uma serie.



Pergunta número dois:


2]
quando salvar um preset?
- quando você acha que aquela informação/configuração poderá ser usada novamente;
por exemplo, um comportamento que você quer que o Lightroom tenha logo após exportar fotos em tiff.

- quando você TEM CERTEZA de que aquela informação/configuração será usada novamente;

por exemplo, os metadados que devem ser gravados automaticamente às imagens importadas (true story, meu post sobre metadados serviu pra eu finalmente me policiar com isso).

- quando você teve um trabalho do caramba pra conseguir determinado efeito de revelação (nesse caso, mesmo que eu jamais use novamente, é uma questão de honra gravar);

- quando você nem teve tanto trabalho assim, mas adorou o resultado de um tratamento;

- quando você nem teve tanto trabalho assim, nem adorou tanto assim, mas quer/precisará usar em outros catálogos;

- se você conseguiu um efeito incrível após dar uma de iniciante de video game que passa de fase sem saber como, e não quer ler o histórico (do Lr, não do game) com mais de 200 movimentos pra descobrir onde foi que acertou;

- se você modificou um preset usual para melhor.


3] quando não salvar um preset?
- Oi? Não é só falar o oposto das respostas anteriores?
Sim e não. Esse aqui é mais pra frisar uma dica que vai te ajudar a não enlouquecer na hora de enfim usar seus presets:


Não salve todo e qualquer movimento seu só porque todos ficaram bonitos. Muitos presets parecidos mais confundem do que ajudam.

Imagine isso: *céu *céu azul *céu azul contraste *céu azul contraste drama *céu azul contraste muito drama *céu muito azul *céu muito azul nuvens *céu pouco azul *céu pouco azul brilho *céu pouco azul inverno

Vai dar mais trabalho lembrar/descobrir qual é a bodega do céu que resolverá o seu problema do que simplesmente clicar em "céu azul" e então alterar o brilho, contraste, curvas, whatever.


Captou a mensagem? Então bom carnaval, aproveite do seu jeito e até o próximo post, onde falaremos sobre a criação de presets.



Abs!



Participe deixando seu comentário, dúvida ou sugestão. Lembre-se: Sua participação é muito importante para o blog e para todos os leitores que acessam o Canal Adobe Photoshop.


Sobre a Autora:
Ma, Bilder Esta que vos escreve é a Ma, Bilder - carioca, fotógrafa, produtora de Moda e fã incondicional do Lightroom há 1 ano e meio, quando fez um curso que mudou sua visão sobre a própria fotografia. Fugiu do Rio pra São Paulo em 2009 em busca de um melhor mercado, mas pretende voltar pra "terrinha" assim que estiver rica, muito rica. Tentando sobreviver sob as novas regras ortográficas da Língua Portuguesa, twitta via @maBilder, e mantém seu portfolio em www.mabilder.com
Pin It now!

2 Comentários:

Anônimo disse...

Gostei muito da dicas. Valeu!
a

Postar um comentário

- Todos os comentários passam pelo sistema de moderação antes de serem exibidos.
- Comente com o OpenID ou com o nome/url do Blog, assim, poderei retribuir a visita.
- Se você escreveu ou encontrou um artigo interessante e que seja relacionado ao post, o link para esse artigo no comentário é bem vindo.
- Pedidos de parcerias, somente por e-mail.
- Dúvidas que não forem relacionadas ao post, somente por e-mail.
- Comentários que não tenham nada a ver com o post e com links definidos como SPAM serão rejeitados IMEDIATAMENTE.
- Se você deseja divulgar seu site ou blog, entre em contato por e-mail solicitando um orçamento.


Agradecemos a visita e o seu comentário no Canal Adobe Photoshop

  ©Canal Adobe Photoshop - 2008 - 2016 - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo